Viagens


By in março 1, 2013 • Filed in: Cecília Yaemi, Viagens

Oiiiiiiiiiiii meninas! Tudo bem com vocês? =D

Dei uma sumidinha do blog, pois estava de férias em Nova Iorque. o/ Fiquei alguns dias viajando, e estou cheia de novidades! Foi minha segunda vez na cidade, e posso dizer que ADORO esse lugar! Infelizmente, não nevou, como da outra vez, mas peguei um frio da porra de -7 graus. 

ny

Como na outra viagem, só alugamos carro para ir até os outlets que são em outra cidade. Nos demais dias, andamos de trem e táxi. E, NÃO! Não visitamos nenhum museu ou musical da Broadway. Poderia bancar a phyna e dizer que curto passeios culturais, mas não vou enganá-las. 

Enfim… O post de hoje, será sobre o meu roteiro. E, espero que ajude quem for para lá nos próximos dias! 😉 Chegamos em NY na quinta (14/02) às 15h40, mas até passar pela imigração e chegar no hotel, praticamente acabou o dia. Nos hospedamos Manhattan at times square, que ficava a poucas quadras da Times Square. A diária do casal custou aproximadamente $150 doletas.  A cidade estava lotada graças ao Valentine’s day e President’s Day, pegamos filas imensas para jantar durante todo o final de semana. Chegamos a esperar 1h40 para conseguir mesa. Todos os dias, tomávamos café da manhã na Starbucks, pois tinham 3 nas redondezas do hotel.

Acordando em NY – Primeiro dia (Sexta):

Fomos ao Jersey Gardens, ficamos 1h30 por lá, e corremos para o Outlet Premium. Saímos de lá só as 21h, e fomos jantar no Bubba Gump (restaurante inspirado no filme “Forrest Gump”, especializado em camarão.).

Bubba Gump / Visão da Times Square pela janela do restaurante

Segundo dia (Sábado):

Fomos passear no Soho, um bairro chique, com lojas refinadas como Prada, Seven, Marc Jacobs, Louis Vuitton… Reserve, pelo menos, uma tarde para passear  por lá. Mas, se você não for ryca, fique tranquila! Existem outras mais simples como H&M, Zara e Victoria’s Secret. De lá, seguimos para o Wall Street, passamos pela Igreja da Trindade, local do WTC, e ficamos 1 hora na loja Century 21 (loja imensa e bagunçada, com muuuitas marcas tops, a preço de banana!) Finalizamos o dia no Olive Garden da Times Square, e tomamos um sorvetão no Cold Stone.

SOHOUma das ruas do bairro / Interior da Prada (Baphonica!), a loja tem acesso por duas ruas paralelas.

WALL STREET – Bolsa de valores / Estátua de George Washington

Terceiro dia (Domingo):

Fomos conhecer  a Biblioteca Pública (aquela do filme “O dia depois de amanhã”), mas estava fechada! =/ Então, seguimos para o Grand Central Terminal, demos uma rápida passada no Rockefeller (já conhecíamos), seguimos para a 5th Av, Nike, Abercrombie, AppleFAO Schwartz… E, terminamos o dia no Fridays da Times Square.

nyc

Grand Central Terminal

Biblioteca Pública / Rockefeller Center

ny

10455049_779412518750180_3802307969988113765_n

Sobremesas do Fridays

Quarto dia (Segunda): 

Pegamos um trem direto para a loja de eletrônicos B&H (considerada a melhor loja de máquinas fotograficas do mundo), passamos no Garret Popcorn para comer a famosa pipoca de caramelo e queijo, e passeamos no Central Park. Jantamos no Red Lobster.

ny

10352188_779403762084389_7143731795259804408_n

10455649_779401068751325_4375163833976456301_n

ny

ny

Central Park

Quinto dia (Terça):

Fomos direto para o Empire State; para subir, pagamos $25 dólares. Uma dica é fazer como nós, e deixar para conhecê-lo durante a semana. Estava super vazio! Seguimos para a Bloomingdale’s, almoçamos no Burger Heaven, e fomos para a Times Square. Para jantar, escolhemos o Carmines.

ny

ny

Visão do Empire State – 86 andares. / Começou a chover e ventar, não conseguia posar para a foto! Rs

Sexto dia (Quarta):

Último dia (mimimi!). Andamos no Upper West Side, almoçamos no PJ Clakers, fizemos umas comprinhas de última hora, voltamos ao Olive Garden para o último jantar, e encerramos na Times Square.

Ufaaa! Acho que consegui passar para vocês quase tudo que fiz em Nova Iorque! Tentarei nos próximos dias, fazer os posts de “Look do dia” e “dicas de restaurantes”. Espero que tenham curtido o meu roteiro! Tem muita coisa legal na cidade, mas já fiz da outra vez em que estive por lá, portanto dessa vez foi bemmm tranquilo!

Beijos! =**





By in fevereiro 21, 2013 • Filed in: Cecília Yaemi, Viagens


A Mente Cecília Yaemi volta hoje de New York, enquanto as fotos recheadas com looks do dia e dicas de viagem não chegam, que tal a gente dar uma olhadinha em como foram as coisas por lá??

Ps: As fotos abaixo são de celular, não reclamem da qualidade =P 

 

 

Hora das compras: 

 

Já que em NY, os hotéis não tem café da manhã, o jeito é comer na rua: 

 

 

É isso ai, meninas. Estou morrendo de saudades da sister e dos meus pais, quero logo eles de volta com novidades e presentes (hihihihi). 

Um beijão,





By in novembro 26, 2012 • Filed in: Viagens

 

Qualquer lugar no EUA é bom para comprar, se comparado com o Brasil, o país de ladrão. Mesmo com o dólar alto, ainda sai mais barato fazer as grandes compras por lá, fora as super promoções que eles fazem de verdade e não são apenas “pega bobos” como as promoções que tem no nosso país.

Já ouvi muita gente falando “Eu fui para os States, mas achei Diesel, Abercrombie, Armani… tudo caros”. É baby, tem marcas que são caras em qualquer lugar do mundo, mas são mais baratas que no Brasil. Então já aviso, não vá pensando que você irá comprar grandes brands por $10. Só se der muita sorte.

Por exemplo, nunca comprei uma calça Diesel por menos de $140, mesmo garimpando em outlet, mas já comprei bolsa Armani por $30. Nunca achei uma bota da Ugg por menos de $100, mas já comprei camiseta da Abercrombie por $5.

Resumidamente: você sempre encontrará alguma coisa boa, mas não necessariamente aquilo que procura. Lei de Murphy.

Ah, comprar por lá é bem fácil. Nenhum vendedor vai te encher o saco, você entra na loja e procura o que quer, por conta própria.

Corra para o fundo da loja

No fundo de todas as lojas que ficam as promoções. Confesso, que eu sempre passo correndo pela frente e fico só fuçando as peças do fundo. Se não for para pagar barato, não pago!

 Jersey Gardens

É um shopping com lojas Outlet. Tem lojas que eu jamais pensei que existiam em versões outlets, como Hollister e Abercrombie.

O shopping fica na cidade de Elizabeth, em New Jersey, cerca de meia hora de Manhattan. Optamos por alugar carro para ir, mas há ônibus que saem de hora em hora, podem te ajudar no hotel com mais informações.

Eu gosto muito mais desse shopping do que do Premium, se eu fosse indicar apenas um para visitar, certamente seria esse.

O legal é que a maioria das lojas não cobram imposto.

 Woodbury Premium Outlet

Famosa rede de outlets, localizado há cerca de 1:30 de Manhattan. As pessoas costumam visitar no mesmo dia do Jersey Garden, já que ficam um pouco longe de Manhattan. Sugiro que pesquisem bem as lojas que querem comprar para ir direto nelas, ao invés de ficarem andando sem rumo, caso você não se planeje, pode ficar facilmente sem conseguir ir na loja que tanto queria.

Peguem os cupons promocionais que tem no site e no local. As vezes, você paga 5 dólares pelos cupons e ganha até 30% de desconto em algumas lojas.

Eletrônicos B&H

Localizada na 9ª avenida com a rua 34.

A loja de eletrônicos mais famosa de New York, é enorme (a maior que já vi na minha vida) e tem de tudo que você procurar. Fora isso, há vários atendentes brasileiros para ajudar.

PS: Verifique o dia de funcionamento, pois não abre em feriados judaicos e aos sábados.

 

MACYS

É a maior loja de departamentos do mundo. Ocupa um quarteirão e tem 10 andares. Oo

Pra mim, a loja vale apenas como um ponto turístico. É muito grande, não compensa ficar lá garimpando, você perderia uns dois dias.

A única coisa que fiz, foi subir todos os andares para olhar geral e conhecer a escada rolante de madeira que existe desde 1902.

Ah, se você apresentar seu passaporte, ganha 10% de desconto.

JACKS WORLD

ny

Maior loja de 0,99 centavos do mundo. Tem dois endereços em Manhattan, então sugiro que dê um google.

Lógico que várias coisas custam mais de 0,99, mas ainda são mais baratos que nos outros lugares.

Vale a pena comprar chocolates, chicletes, shampoos e maquiagem. Geralmente, a loja não cobra imposto. “Geralmente” pois as vezes, eles cobram. haha.

Lojas na 5º Avenida:

Nike

É monstruosa. Não comprei nada, pois eu não quis e não tinha nenhuma promoção, mas só conhecer a loja, vale a pena. Aliás, todas as lojas na quinta avenida são verdadeiros pontos turísticos.

Hollister, Abercrombie

Se preparem para encontrar os vendedores mais lindos.

Os preços serão altos ou baixos dependendo da sua sorte, já paguei 5 dólares em camisetas na Hollister de lá e já sai da Abercrombie com os olhos arregalados tamanho eram os valores das peças. Não custa vasculhar tudo e tentar a sorte.

As vezes, tem fila para entrar.

Uniqlo

Famosa marca japonesa, conhecida pela qualidade das peças de inverno. Que vão te esquentar de verdade, sem te fazer carregar toneladas. Primeiro lugar para passar caso vá no inverno.

O fundo da loja está lotado de promoções, desde as meias até os casacos são super adequados para temperaturas baixas.

No meio da loja tem uma Starbucks para poder descansar e usar a internet, logo pertinho tem uma máquina de fotos para você registrar o momento de loja, de graça.

 Apple Store

As lojas da Apple são uma atração em qualquer lugar, todos os eletrônicos expostos para podermos mexer, testar, brincar, aproveitar o/ Mas a loja de NY é uma atração maior ainda, a fachada inteira de vidro, com elevador e escada transparentes que te levam até debaixo da terra, onde fica a loja. Essa é a atração, pois chegando lá embaixo, é como todas as outras lojas da maçã mordida. haha

A loja é 24 horas, então aconselho ir de madrugada, pois é mais vazio e você pode ficar tranquilo navegando na internet. Os valores dos produtos são tabelados, confira no site.

 

Lojas na Times Square

Tem uma Aeropostale linda, com uma parte de vidro no segundo andar, que é perfeito para tirar fotos. Os preços são uma piada, é de sair carregada de sacolas.

Em frente, fica uma Forever 21 com diversos andares, perder 3 horas lá é pouco. Fica aberto até as duas da madrugada.

Essas são as duas lojas que mais chamam a minha atenção na hora de pagar pouco e ter qualidade.

Chinatown

É um pedaço da China dentro de NY. Pra mim, valeu a pena como passeio turístico, mas tem muita gente que vai pra lá para comprar coisas falsificadas. Eu acho que tem de ser MUITO TROUXA para comprar algo falso, mas já que o mundo tá cheio de trouxas, deixo a dica. hahaha

Fora isso, lá tem algumas lojas com pedras preciosas, brincos, pulseiras e objetos de decoração. Não comprei nada, mas sister e mamãe ficaram horas nessas lojas. ¬¬

 

Espero ter sido útil, beijos.

assintsuy





By in setembro 27, 2012 • Filed in: Viagens

I’m back baby!!!

Quem me segue no Instagram, sabe que eu estava viajando! Oooooooow delicia! 

Fiquei 11 dias fora, conheci Cleveland em Ohio e Chicago em Illinóis. E, antes que me questionem o que diabos fui fazer em Cleveland (até a policial da alfandêga me perguntou isso), fui visitar um casal de amigos! =) A cidade é aquela típica dos seriados americanos que assistimos… Casas sem portão, gramado lindo, e Zzzzzzzzz…

Masssss… Vamos ao que interessa: CHICAGO, the windy city!!!

 Para entender um pouco, em 1871, Chicago quase desapareceu. Nessa época ela era um dos grandes pólos de madeira do mundo, e portanto quase tudo na cidade era feito desse material. Devido ao tempo extremamente seco e fortes ventos, típicos da região, um incêndio se alastrou rapidamente e destruiu tudo! Pouco depois, muitos arquitetos de diferentes localidades, se ofereceram para ajudar na reconstrução da cidade. O que explica, hoje, a arquitetura maravilhosa e única de Chicago. 

 Ao chegar, logo comparei com Nova Iorque, algo inevitável. Ambas são grandes, movimentadas, cheia de restaurantes e lojas para atiçar o nosso consumo. Nenhuma das duas possuí outlet, somente nas cidades vizinhas. E, nas duas, é bem mais prático andar a pé ou de transporte público… Além de economizar muito! Fora o aluguel do carro, o estacionamento por lá é altissimo. Pagamos no estacionamento $60 doletas, ou seja, mais de R$120 conto a diária. Fuck!!!

Nos hospedamos no The Westin Michigan Avenue, localizado na Av. Michigan (comparada a 5º Av. de NY), e devido a nossa ótima localização, fizemos tudo a pé. O hotel é maravilhoso e super indico, mas a diária estava bem salgada, cerca de $230 doletas sem café da manhã. Como sou fanática em F.R.I.E.N.D.S, me inspirei no “Ross” e peguei todos os kits do banheiro para recuperar um pouco do $$! (Pobreza feelings…) 

 AV. MICHIGAN: The Westin, nosso hotel/ Old Water Tower, um dos únicos edificios sobreviventes ao incêndio de 1871

 A taxa de compra na cidade é de 9.5%, uma das mais altas do País… Fuck twice! Massssss, mesmo assim dá para fazer ótimas compras, afinal estamos nos EUA, honey!

Fui até a Marshalls, uma grande loja de departamento, onde vendem peças de coleções passadas de inúmeras marcas: Polo Ralph Lauren, Michael Kors, Coach, Nike, Adidas… 

Para comprar um pouco mais e fazer a viagem valer a pena, fui até as cidades vizinhas, onde localizam-se o Outlet Premium e o Gurnee Mills. Fui de carro e demorei cerca de 50 minutos para chegar em cada um. De ônibus, você demora umas 2 horas. Gostei muito do Premium, o Gurnee deixou a desejar.

Fora as famosas comprichas, Chicago vale muito pela variedade de passeios. Podemos subir no prédio mais alto da América do Norte, ir até o Navy Pier, passear de barco ou caiaque, andar de bicicleta nos parques… E, tudinho apreciando uma bela paisagem.

 

 Willis Tower, um dos prédios mais altos do mundo com 412m de altura/ Ciclovia beirando o Lago Michigan

MiILLENIUM PARK: Pritzker Pavillion, espaço para apresentações / Cloud Gate ou The Bean, escultura em aço inox

 Massss, também há algumas desvantagens…. Venta muito na cidade, o que te obriga a andar de óculos sempre… E, o tempo é bem seco, portanto espirros e nariz escorrendo é básico. E, sobre os horários de Chicago, pasmem… O shopping fecha às 19h.

 Enfimmmmm… Viajar, mesmo usando óculos de sol SEM sol e assoando o nariz, é sempre delicioso!!! =D

 

 

 







19 of 20« First...10...181920