Etc




By in julho 14, 2016 • Filed in: Etc

Eu acabei de ler essa história e não pude deixar de compartilhar com vocês. Corri para buscar mais informações e fotos já que me comoveu bastante. s2

A cadela Bella, da raça labrador, foi diagnosticada com câncer nos ossos. A enfermidade custou a amputação de sua pata e logo depois o câncer se alastrou para os pulmões.

Robert Kugler, dono de Bella, decidiu viajar pelos Estados Unidos em uma jornada de despedida.

A labradora foi adotada por Robert, que é veterinário, quando ainda era filhote. “É a mais bela relação que já tive com alguém. Não me importa que seja uma cadela”, disse Kugler.

A cadela foi diagnosticada com câncer em novembro de 2015 e a descoberta deu início a viagem. “Eu não queria chegar em casa um dia e vê-la sem vida”, conta.

Os veterinários estimaram um tempo de vida entre três e seis meses, mas Bella já ultrapassou a previsão. “Estarei ao lado dela quando for a hora de partir”, declara Kugler.

Posso chorar?

labrador

Acho que essa história mexeu tanto comigo, pois são muitas semelhanças com a minha Gatinha, mesmo sexo, mesma raça. Uma raça tão única que especial.

O Kugler virou meu ídolo e vou acompanhar todas as fotos e histórias através das redes sociais, eu admiro essa coragem dele em largar tudo para viver últimos e ótimos momentos ao lado de sua melhor amiga. Espero pode fazer isso pela Gata também.

Vamos desejar vida longa a Bella.

labrador

labrador

Labrador

No matter how fiercely independent we are, every so often we get ourselves in a spot where we can use a little help. Learning to accept that help, and not let it effect the ego, is a part of the process we call growth.

Não importa o quão independente somos, de vez em quando, temos que aceitar uma ajuda. Aprender a aceitar essa ajuda, e não deixar o orgulho falar mais alto, é uma parte do processo que chamamos de crescimento.

Labrador

Labrador

Labrador

Labrador

Labrador

Labrador

Another sunrise, another promise of a beautiful day on this glorious blue speck that we all share. Happy to be alive with my best friend today.

Outro nascer do sol, outra promessa de um belo dia neste planeta que todos nós compartilhamos. Feliz por estar vivo com a minha melhor amiga.

labrador

“You know I’ll always be with you, right?” “Yeah, baby girl, I know.”

“Você sabe que estarei sempre ao seu lado, certo?” “Sim, garota, eu sei.”

Chorando

Labrador

Tell me….is there any better way to start the morning…than enjoying the birth of a new day with someone you love next to you?

Me diga, tem forma melhor de amanhecer… do que aproveitando o nascimento de um novo dia com alguém que você ama ao seu lado?

Chorei

Labrador

Acompanhe essa história em tempo real através das redes sociais:

Instagram / Facebook / Site

assintsuy





By in julho 13, 2016 • Filed in: Etc, Video

Oiiii, tudo bem com vocês?
Hoje vim trazer um vídeo extra, o desafio Chubby Bunny com a Helena Machado, que é filha de uma das minhas melhores amigas e também tem um canal no Youtube. =)

Esse vídeo não foi gravado para o meu canal e sim para o dela.

chubby

chubby

assintsuy





By in março 24, 2016 • Filed in: Etc

Eu postei na página do Facebook, no Instagram, mas quero postar aqui também pois sinto a necessidade de compartilhar com mais gente. Escolhi uma foto minha que adoro para ilustrar esse post.

Tsuyami

Hoje eu li de uma mulher que vive me cutucando com mensagens estranhas, mas me segue há anos “você está ensinando mulheres casadas a terem comportamento de solteiras”.

O que define uma mulher solteira de outra casada? Qualquer definição que não seja feita pelo próprio marido e aceita pela esposa (ou vice versa), é uma definição errada.

Eu gostaria de mandar os parabéns para essa pessoa pelo seu comportamento machista em pleno 2016! Nós mulheres, somos livres independente do estado civil. Podemos rebolar, beber, sair com os amigos, ter amigos, usar roupa curta… Simplesmente pq o compromisso não se define apenas no que é mostrado, mas sim no que o casal tem e ninguém vê, nem divulgam.

Quem acha que a mulher tem de se comportar diferente pois casou é a mesma pessoa que julga quem tem uma religião diferente ou quem não tem religião. É essa pessoa que se prende aos estereótipos impostos pela sociedade e nos deixa quadrados. Ser quadrada e preconceituosa não se define apenas ao modo como você leva a sua vida, mas sim como julga o modo que as outras pessoas levam as delas.
Fico extremante triste com esse tipo de julgamento e preconceito, pois deixa o nosso mundo mais chato e sem evolução, deixa a mulher presa a várias vontades. Temos o direito de fazer o que quisermos e qualquer parceiro que não concorde, merece um pé na bunda. Quantas mulheres estão infelizes na situação que estão pois arrumaram um companheiro machista? 

Estou rebolando e curtindo a vida enquanto a dela está apenas passando da forma mais amena possível. Acho que tem uma harpa tocando na trilha sonora da sua vida. Que sono! Zzzzzzzz.

Finalizo o post com uma mensagem que recebi e faço dessas palavras, as minhas também

O que falta na vida dessa mulher é compreender que somos livres e sair das amarras do machismo nosso de todos os dias. Muitas, mas muitas mulheres e meninas já são ensinadas desde cedo “como ser uma mulher direita” e tudo que foge disso causa espanto. E esse “ensinamento” não é só por parte de família, mas toda uma sociedade. Espero que ela consiga tirar de si esse pensamento em relação a outras mulheres.

Tsuyami, sempre que ouço músicas que falam coisas “casei, vou sossegar” ou pessoas que afirmam que não namoram porque vão ficar limitadas, eu lembro e uso você e seu marido de exemplo. Por isso, te sigo há anos, por sua autenticidade e estilo. Por ser livre e mostrar que mesmo casada você é o que é e que existe casal fora dos “modos convencionais”.

Thais Bonareli

assintsuy







1 of 8123...Last »