By in abril 11, 2016 • Filed in: Viagens, Vlog

Hoje trago para vocês um pouco sobre o cemitério da Recoleta em Buenos Aires, mais conhecido como cemitério da Evita Péron. O local é um grande ponto turístico da cidade, além de ser um dos cemitérios mais visitados do mundo.

Ganhou fama devido ao luxo das lápides e da ostentação dos túmulos, retrato do bom momento econômico vivido pela Argentina no início do século XIX. Atualmente acontecem poucos enterros no local devido ao pouco espaço livre disponível e o alto preço do terreno, que é o metro quadrado mais caro de toda cidade.

Após visitar, eu jamais diria que ainda acontecem enterros, não vi uma única tumba com data recente.

buenos aires

buenos aires

buenos aires

O cemitério tem nada mais, nada menos que seis hectares. Macacos me mordam.

buenos aires

Eu já havia ido duas vezes para Buenos Aires, mas nunca visitei o cemitério por nunca ter feito questão, eu até queria conhecer, mas as outras prioridades na viagem sempre eram maiores. E hoje, me pergunto, ‘pq não conheci antes?”.

Parece bizarro, mas passamos cerca de duas horas super agradáveis lá dentro. É um tipo de turismo que não agrada a todos, mas como não tenho medo, aproveitei bastante. É fascinante ver como antigamente as pessoas tinham costumes tão diferentes, apenas uma lápide não bastava, tinha que ser uma construção enorme com estátuas, mármores, janelas e muito mais.

buenos aires

buenos aires

buenos aires

buenos aires

buenos aires

Abaixo, estão as fotos do túmulo da Evita Péron, nenhuma foto está ótima pois estava a maior muvuca ao redor (dá para conferir no vídeo).

Demoramos bastante até encontra-la, pois nos enfiamos nos lugares mais vazios e depois começamos a procurar o nome dela pelos maiores túmulos. Eis, a decepção, um dos pontos fortes do local, não é tão impressionante assim. O túmulo não é só dela, é da família inteira: Duarte. E o seu nome está pequenino lá embaixo, do lado direito.

Claro, quando ela morreu, ninguém imaginou que pessoas do mundo inteiro iriam visitar a sua tumba. Por isso, é apenas uma tumba, não é das maiores, das mais luxuosas, nem nada. Mas é a única com muitas flores, pelo menos os fãs estão sempre colorindo, diferente das demais, que não devem ter mais um parente para contar história, muito menos levar flores.

buenos aires

buenos aires

buenos aires

Me despeço deixando o link de uma matéria super interessante sobre 5 histórias surreais de pessoas que estão enterradas no cemitério. Vale a pena conferir.

assintsuy





By in janeiro 30, 2016 • Filed in: Viagens, Video, Vlog

Oiiii, meninas. Tudo bem com vocês?

Dia 21 fui para Buenos Aires e fiquei quatro dias por lá, quem me segue pelas redes sociais acompanhou quase tudo. =)

Hoje venho trazer um vídeo bem resumido de como foram esses dias. Peço desculpas pois não vloguei tanto quanto vocês pediram. Foi tão corrido que mal sobrou tempo. =( Mas em compensação tenho fotos e dicas maravilhosas para compartilhar.

buenos aires

Já que sempre me perguntam a respeito de valores das viagens que faço, aproveito para deixar quase tudo detalhado por aqui.

Escolhi o hotel HR Luxor, quatro estrelas, que fica na avenida diagonal do Obelisco, uma ótima localização, pois ficamos super perto de vários pontos turísticos (Obelisco, Calle Florida, Casa Rosada, Catedral Metropolitana, dentre muitas outras).  Eu fazia questão de um hotel que tivesse café da manhã incluso e wifi nos quartos, não somente nas áreas comuns. Pesquisei os valores e o HR foi o que mais me interessou.

Custou $271 dólares, uma média de R$1100 pelas 4 diárias, quarto de casal.

Super recomendo o hotel, o wifi é melhor que da minha casa, o café da manhã e o atendimento são excelentes.

Pesquisei as passagens pela Decolar, depois que achei o voo mais barato que foi da Gol, comprei diretamente pelo site da companhia, pois saiu mais barato.

Custou R$2140 a duas passagens.

Total R$3240 por 4 dias de viagem para Buenos Aires, o casal.

buenos aires

Para comer por lá é mais ou menos o mesmo valor de Sampa, você pode gastar muito ou pouco. Comer Fast Food ou em restaurantes chiques, pode pegar baladinhas (eles chamam de boliches) ou não, andar de táxi ou busão. Há muitas formas de baratear a viagem.

Nós gastamos bastante (cerca de R$3000), pois só andamos de táxi, comemos em restaurantes chiques, pedimos champanhe, etc. Demos uma exagerada, pois era nosso aniversário de 2 anos de casamento.

Buenos Aires

O que eu adoro em Buenos Aires, é o fato de podermos viajar mesmo quando temos poucos dias disponíveis, já que o tempo de voo é super curto, menos de três horas. Meu marido mesmo, chegou de viagem e foi direto do aeroporto para trabalhar. Além disso, dá para encontrar passagens super baratas, dessa vez foi a mais cara que paguei, pois eu tinha uma data certa para viajar, afinal, eu iria comemorar meu aniversário de namoro/casamento. Fora que peguei o mês das férias, Janeiro. Se você puder ir em qualquer data e fugir dos meses mais caros, a passagem será muito mais em conta.

Para se locomover é muito fácil, a cidade é super compacta, dá para fazer vários pontos a pé e os táxis são hiper baratos, além de ter milhares deles, você nunca ficará na mão esperando por um.

Pra vocês terem uma noção do valor, o mais caro que pagamos num táxi foi R$33,00. Num trajeto do nosso hotel (microcentro) até a rua dos bares (Plaza serrano), que durou cerca de 25 minutos, depois da meia noite, ou seja, estava na bandeira 2. Eramos 4 passageiros, o que dá apenas R$8,25 para cada um.

buenos aires

O que eu AMO em Buenos Aires é comer!

Tem muita carne boa, já que o boi deles (Angus) é muito superior ao nosso (Nelore), além deles terem cortes que são diferentes dos nossos.

Eu amo as Medias Lunas (croissant), tem aos montes nos café da manhã, nos cafés das esquinas, no Mc Donalds, etc. São muito melhores que os nossos.

O doce de leite deles realmente é muito bom, pegar qualquer sobremesa com o doce, é uma boa escolha.

Eles amam Pomelo (Toranja no Brasil, Grapefruit em muitos outros países) e usam essa fruta para fazer sucos, refrigerantes, águas aromatizadas, sucos em pó. É horrível, mas toda vez que eu vou, tomo só para xingar. kkkkkkkk O suco chega a dar revertério, mas o refrigerante até que é gostoso.

Lá vende Oreo (várias opções) e Vitamin Water, duas coisas típicamente americanas, em qualquer mercado e não é caro.

caminito

Image33

Eu tenho outros posts sobre Buenos Aires e convido vocês a darem uma olhadinha (tem fotos de comidas), eu não vou falar de tudo por aqui, pois já falei anteriormente e não quero ser repetitiva. Pra quem não sabe, a minha despedida de solteira também foi lá, as baladas são ótimas e é super seguro para um grupo de meninas indefesas, haha.

Lá embaixo, nos posts relacionados estão todos os que já fiz sobre a cidade porteña.

406-1-2

Caminito

buenos aires

Image13

Lojinhas de souvenir

Abaixo está uma foto do Amanhecer em Puerto Madero, quando estava saindo de uma balada super famosa: Asia de Cuba. Pagamos 200 pesos para entrar (cerca de 60 reais), aliás é essa a média das entradas nas baladas mais badaladas de BsAs. Em São Paulo, uma balada similar, certamente sairia mais caro.

Fiquem de olho nos tickets da entrada, pois em muitas baladas se ganha um drink, que eles chamam de trago.

Image44

Abaixo, está o anoitecer em Puerto Madero, na Ponte de La Mujer.

528 1

543 1

buenos aires

Abaixo, está o teto das Galerias Pacifico, que fica na Calle Florida. O shopping é um ponto turístico pois a construção tem mais de 100 anos, além de ser linda demais. Na época do natal, eles montam uma arvore imensa de Swarovski. Só vale pelo passeio mesmo, as lojas são de grife e caríssimas.

galerias pacifico

buenos aires

468-1-2

471-1

Image6

Image14

Espero que tenham curtido, super beijo.

assintsuy





By in janeiro 9, 2014 • Filed in: Viagens

Oi, meninas. Tudo bem?

Demorou, mas chegou… o Diário de viagem de Buenos Aires/Argentina que eu disse que faria após ter feito o post contando um pouco sobre a minha despedida de solteira.

1 Dia – Quinta

Chegamos no aeoporto de Ezeiza, que fica fora de Buenos Aires. Nesse aeroporto fica um dos maiores free shops do mundo. Sempre dizem que esse aeroporto fica muito longe do centro, mas como chegamos de madrugada e não pegamos nenhum trânsito, chegamos em menos de 30 minutos ao nosso hotel, que ficava bem em frente ao Obelisco.

Fechamos o táxi dentro do próprio aeroporto, ou seja, super seguro.

Chegamos lá pelas 3:00 da madrugada no hotel, por isso, não fizemos nada, fomos direto fofocar e dormir. O que foi uma pena, pois depois descobrimos que seria a hora perfeita para pegar algumas baladinhas. =(

9 de julio

Vista da sacada do nosso quarto

2 Dia – Sexta

Ficamos hospedadas no Obelisco Center Suítes, minha irmã escolheu esse hotel por causa da localização, café da manhã e wifi grátis. O hotel fica em frente ao Obelisco, ou seja, lugar perfeito para os turistas.

Pra gente, acabou não sendo tão bom. Todas nós já conhecíamos Buenos Aires e o centro velho com os locais famosos (Casa Rosada, Rua Florida, Obelisco) são tudo um grande saco. Coisa de turista de primeira viagem, sabe? Pra quem já conhece a cidade, recomendamos os bairros de Palermo ou Recoleta para se hospedar.

Pois então, nesse dia fizemos esses passeios chatos e nem fotografamos, por isso, não tenho fotos para colocar. =(

Mas vocês podem conferir na série de posts que fizemos sobre Buenos Aires.

buenos aires

3 Dia – Sábado
Na sexta pegamos a nossa primeira balada e saimos de lá as 7 da manhã, voltamos pro hotel e resolvemos esperar pelo café da manhã antes de dormir, enquanto esperavámos, decidimos que seria melhor não dormimos e irmos direto para algum passeio. Sim, a bebedeira nos fez decidir por isso.
Chegamos super cedo ao Caminito e estava tudo fechado, descobrimos que as lojas e restaurantes só abriram entre 10 e 11 da manhã. ¬¬

Então só nos restou tirar fotos enquanto esperavámos, inclusive, foi o dia que mais rendeu fotos.

Quando as lojas abriraram, fomos comprar lembrancinhas (lá é o melhor lugar para isso) e fizemos estrago na loja da Havanna.

Só eu e as moscas no Caminito

despedida solteira

Nunca vá para o Caminito bêbada de sono e cachaça, você vai querer sensualizar em árvores trabalhadas no crochê.

caminito

caminito

caminito

0 141

Estavam cobrando 60 pesos para tirarmos fotos imitando dançarinos de tango Oo. Como eu e Yaemi já temos essas fotos, preferimos poupar o dinheiro para a pinga.

4 Dia – Domingo

Fomos passear por Puerto Madero e almojantar por lá. Puerto Madero é um bairro muito legal e fica pertinho do centro velho. Vale a pena ir lá para tirar boas fotos, tanto de dia quanto a noite, almoçar, jantar… Os restaurantes que ficam por lá são super legais e tem para todos os bolsos.

Além disso, lá também tem um cassino enorme, que fica aberto 24 horas. Não vou postar nenhuma foto do cassino, já que fomos de noite, antes da balada e não rolava eu levar a minha máquina, e sempre, fotos do celular a noite ficam uma droga. =(

Puente de la Mujer

puerto madero

0 273

5 Dia – Segunda

Na madrugada de segunda, uma das diabinhas, Juliana foi embora e ficamos só em quatro.

Fomos conhecer o monumento da Mafalda (que é uma grande piada de tão sem graça), depois fomos passear pela Recoleta, almoçamos no Hard Rock Café, passeamos pelo shopping e finalizamos numa grande rede de sorveteria, a Persico, que um amigo argentino nos recomentou e amamos. Anotem esse nome, pois tem um dos melhores sorvetes que já tomei.

hard rock cafe

Image33

#TsuyamiMorrida

6 e 7 Dia – Terça e Quarta

Bem, sobre a nossa vida noturna em Buenos, eu contei no post sobre a minha despedida. Como a intenção desse aqui, não é contar isso, eu não tenho mais muita coisa para falar, nem muitas fotos para mostrar dos dois últimos dias. Mais duas diabinhas foram embora na madrugada de terça e ficou somente eu e sister. Aproveitamos para dormir até tarde, já que a sequências de noitadas haviam sido intensas nas poucas horas de sono, muito salto alto, energético e birita.

Puente de la mujer durante a noite

Finalizo o post com algumas delícias e que não podemos deixar de comer quando vamos pra lá.

O doce de leite deles realmente é sensacional, de lamber os beiços.

Tem as famosas empanadas, que são deliciosas. O sabor mais tradicional é o de carne, não há nenhum salgado de carne no Brasil que tenha o gosto comparável.

Medias Lunas, ou croissant como chamamos por aqui, tem em todos lugares e salivo só de lembrar. Nham Nham.

Confira nosso roteiro de baladas.





By in julho 16, 2013 • Filed in: Viagens

Oi, meninas. Tudo bem?

Fomos com nossa prima, Juliana, em 2010 para fazer a despedida de solteira da minha irmã. A cidade argentina foi escolhida por diversos motivos. O primeiro deles foi o valor bom na passagem, não podíamos gastar muito, fora que bancaríamos a noiva. O segundo motivo foi… Ah, não teve segundo motivo, foi só valor mesmo. kkkkkkkkkkkkkkk.

Tenho muitas coisas para contar e fotos para mostrar. Parece que eu viajei ontem e tenho tudo fresco na memória, além de ter tirado umas 400 fotos. Vamos conferir?

Quando chegamos em Buenos Aires, fiquei bem decepcionada. O aeroporto é horrível (Aeroparque), os táxis são velhos, há muito lixo na rua e as calçadas são bem mal cuidadas. A cidade é mil vezes mais bonita por fotos do que pessoalmente.

Depois de algumas horas, nos acostumamos e começamos a gostar. Fomos a um mercado perto do hotel e compramos muitas coisas gostosas por valores mais interessantes que no Brasil.

Em frente a galerias pacifico

Galerias Pacifico

É um shopping muito conhecido que fica na Rua Florida, a mais famosa de Buenos Aires. O shopping tem uma arquitetura linda. Não tem nada de interessante para comprar, nenhum valor super tentador, pois só tem lojas de grife. A praça de alimentação é variada, comemos lá na primeira noite.

Dentro da Galerias Pacífico

 Casa Rosada

Parece ser muito mais bonita e grande pelas fotos do que pessoalmente. Não achei bem cuidada e a Plaza de Mayo (praça que antecede a casa) é péssima, cheia de pombos, sujeira e gente passando. Impossível tirar foto decente. De noite, a casa fica bem linda, toda iluminada com luzes cor de rosa.

Casa rosada

 Catedral Metropolitana

Perto da Casa Rosada, nos arredores da Plaza de Mayo, fica a Catedral Metropolitana. Nem sabíamos o que era e nem estava em nosso roteiro, mas vimos tanta gente entrando que entramos também.

Não sou fã de igrejas, mas é bem bonito lá dentro. Sentamos em um dos bancos, fingimos estar rezando só para descansar um pouco, estava bem fresquinho. =P

Vale a pena visitar, as fotos ficam lindas.

Catedral Metropolitana

Táxis de Buenos Aires

São considerados os mais baratos do mundo. A cidade é lotada deles, meio parecido com New York, muitos táxis pelas ruas e dá para pega-los a qualquer momento.

Os carros são meio velhos e sempre dizem para ficarmos alertas com os golpes. Não tivemos nenhum problema, talvez porque ficamos alerta e tomamos cuidado de andar com dinheiro trocado.

Achei maioria dos taxistas bem simpáticos. =)

Pegamos táxi todos os dias, todas as horas, são super práticos e baratos. Teve um dia que tentamos andar de ônibus e nos arrependemos. São super lotados!

Avenida 9 de Julho

A principal avenida de Buenos Aires é também a mais larga do mundo. Nessa avenida fica o Obelisco e muitos outros pontos.

Avenida 9 de Julho

 

ETC

– Os porteños são bem safados. Olham, viram a o rosto para olhar e soltam MUITAS cantadas. Mas se você estiver acompanhada, eles respeitam bastante.

– Há muitos pombos nas ruas.

– As calçadas são esburacadas.

– Os carros andam bem rápido, dá até um pouco de medo dentro dos táxis, haha.

– O trânsito pedestre x carros é uma bagunça. O pedestre não tem direito nenhum quando pisa na faixa. Os carros sequer reduzem em ruas com grande movimento de pessoas, como as travessas da Rua Florida.

– As mulheres usam sapatos muito estranhos.

– Pomelo (grapefruit) é uma fruta que os argentinos são viciados, está presente nos sucos, refrigerantes, saladas de frutas.

Avenida de Mayo

Obelisco

 Caminito

É uma rua-museu muito importante e visitada na cidade.

As ruas são coloridas, há várias lojas para comprar lembrancinhas, lugares para almoçar enquanto assiste a uma apresentação de tango, etc.

Está aí um lugar que eu não adorei, contrariando a maioria dos turistas.

As ruas são ruins de andar, com vários buracos. O chinelo da Cecília Yaemi até estourou.

As belas fotos e as lojinhas de souvenirs compensam. =)

Pelo Caminito há várias pessoas vestidas com roupas de dançar tango, eles ficam te puxando para tirar fotos e te ensinam as mais variadas poses. É bem legal, essas pessoas são simpáticas. Mas lógico que depois você tem que dar um troco, né? rsrs

Nos apaixonamos pelo restaurante que escolhemos, La Barriga Tango. O senhor que nos atendeu foi um amor, ajudou a minha irmã com o chinelo que estourou e tudo mais.

Tinha arroz no cardápio e lógico que pedimos, não aguentavámos mais comer só batatas com carne.

Há uma apresentação de tango enquanto almoçamos e depois eles passam de mesa em mesa pedindo dinheiro, e não adianta dar apenas um troco, terá que dar mais que isso.

Bife de Chorizo

Em frente ao Rio Matanza

Hard Rock Café

Restaurante obrigatório para a maioria dos turistas brasileiros. Como pode o nosso país vizinho ter um Hard Rock Café, um dos restaurantes mais famosos do mundo, e a gente não? kkkkkkkkkkkk Inveja mode on.

O restaurante fica no bairro Recoleta, dentro do shopping Buenos Aires Design.

A decoração do lugar é sensacional, o atendimento é ok, a comida também e o valor é bem legal. Mais barato que comer no Outback aqui no Brasil.

Pena que os produtos tem um valor absurdo na lojinha. Não comprei nem uma caneca de lembrança. haha.

 Caesar Salad com camarão / Macarrão com queijo e filé de frango

Buenos Aires Design

Zoo de Palermo:

Pretendíamos ir naquele famoso zoológico de Lujan, onde você pode entrar nas jaulas e tirar fotos com os leões. Óbvio que não teríamos coragem de tirar nenhuma foto com eles, mas queríamos ir.

Depois de conseguir algumas informações, vimos que perderíamos um dia inteiro para chegar, além de gastar uma grana que seria melhor guardar para as bebidas alcoólicas (de novo: era uma despedida de solteira). Então decidimos ir ao zoológico de Palermo.

Esse foi o único dia que tentamos pegar um busão, não sabíamos em qual ponto pegar e cada pessoa falava uma coisa; Depois de uma hora, conseguimos pegar o ônibus e ele estava LOTADO!! ¬¬

Esperamos uns três pontos e saimos putas da vida lá de dentro. Descemos num lugar que parecia a 25 de março e pegamos um táxi até o zoológico! Muito mais prático, confortável e não foi mais barato, mas ainda foi barato.

Chegando no Zoo Buenos Aires, compramos comida para dar ao animais e interagir com eles. Bem diferente dos nossos, onde não podemos colocar a mão nos bichinhos.

Muitos deles ficam soltos, é bem divertido.

Lebre Mara – Um animal fofo que eu nem sabia que existia

 

Compras:

Bem, Buenos Aires não é exatamente o paraíso das compras, mas como vivemos em um país de ladrão, qualquer lugar é mais barato para fazer compras do que no Brasil.

Não compramos roupas, pois vimos que era um preço similiar (um pouco mais barato) ao daqui, preferimos não perder tempo.

Não achei muita coisa interessante em couro, apesar de falarem que é bem barato na Argentina.

Vale a pena comprar tênis, principalmente a marca Puma. Na rua Florida há muitas lojas de bijuterias e perdemos horas dentro delas.

Mas o paraíso mesmo fica por conta das farmácias e perfumarias.

Farmacity é uma das maiores redes e há em todos os cantos. Na época que eu fui, tudo era exatamente metade do preço do Brasil, até os desodorantes e sabonetes. Meus pais foram um ano depois e disseram que não tinha nada de surpreendente nos valores. =( Mas enfim, ainda são mais baratos que por aqui.

Super vale a pena comprar itens La Roche, Avene e Vichy. Aproveitamos para encher a mala de protetores solares, sabonetes, demaquilantes, etc.

Sou apaixonada pelo aroma desse desodorante e body splash, faço estoque

A variedade de esmaltes em Buenos Aires é para nos deixar loucas

 Comida:

As carnes são DELICIOSAS e eles realmente dão um pau no Brasil nesse quesito. Só de lembrar, minha boca enche de água.

Lá pelo terceiro dia, eu fiquei um pouco enjoada de tanta carne. Achamos arroz em apenas um restaurante (no Caminito).

A comida é sem sal, eles usam bem menos do que a gente.

Em todo lugar há medias lunas vendendo, o famoso croissant. Costumam custar 10 pesos a docena (dúzia) e são deliciosos.

A empanada é uma comida típica deles, tipo uma esfiha. Um recheio tradicional é o queijo com cebola. Delícia demais.

Cuidado com os restaurantes pega turistas que ficam na Rua Florida ou em outros pontos turísticos.

Um típico restaurante pega turista. Pagamos caro por uma péssima comida.

 Os restaurantes não são tão limpos quanto os nossos e os fast foods são bem nojentos. Os clientes não tiram os lixos das mesas das lanchonetes como Burger king e McDonalds, além disso, o estabelecimento não limpa as mesas com frequência.

Qualquer alfajor é delicioso. Fui no mercado e comprei o mais barato de todos, perfeito.

 

Sheraton Libertador

Esse foi o hotel que ficamos. Super recomendo, é bem localizado e os quartos são novos.

É um hotel caro, mas pegamos uma promoção boa. Por isso, vale a pena dar uma orçada.

O café da manhã não é incluso, custa bem caro, mas tivemos um problema com a nossa reserva e por isso ganhamos. Delícia. Uhuh.

Não poderíamos ter escolhido lugar melhor (pelo mesmo valor) para fazer essa despedida. Pegamos táxi todos os dias de madrugada para irmos as baladinhas, pagávamos barato para entrar e as bebidas custavam uma miséria. Pagamos cerca de 20 reais em uma GARRAFA de champanhe. Onde que em São Paulo pagaríamos isso?

Fora que nos sentíamos super seguras andando sozinhas de noite. Se tivéssemos escolhido qualquer lugar do Brasil, não poderíamos ficar tão seguras, nem gastar tão pouco. Afinal, vivemos no país onde somos roubados o tempo todo, seja por bandidos na rua ou pelos governantes.

Espero que tenham curtido a dica de viagem e que seja útil para quem for conhecer essa cidade cheia de atrativos.

Palavras que vão te ajudar por lá:

Pollo: Frango

Gaseosa: Refrigerante

Fresa: Morango

Bife de chorizo: Um corte de carne muito saboroso que tem uma parte do contra-filé, meu preferido.

Papas: Batata

Vaso: Copo

Botella: Garrafa

Postre: Sobremesa

Helado: Sorvete





1 of 4123...Last »